Sistema de desinfecção de rolhas para vinhos

Sistema de desinfecção de rolhas para vinhos a SANICORKS

De: SANICORKS  09/17/2008
Palavras-chave Vinhos, Vinho, Embalagem

O processo produtivo SANICORKS: O processo que levou à concepção das rolhas SANICORKS, é fruto de contínua investigação e melhoramento de um processo integrado, que teve o seu inicio no ano 2000 com a adesão da empresa ao SYSTECODE (CIPR) e no qual se implantou um sistema de traceabilidade do produto, identificando a sua origem e todo o seu processo produtivo até á rolha pronta para a garrafa de vinho. Este processo já contempla uma selecção criteriosa da matéria-prima , eliminando as pranchas de cortiça problemáticas a fim de fabricar apenas as boas cortiças. Nesta fase, já foi possível reduzir os problemas causados pelo tradicional "gosto da rolha" provocado pelo aparecimento do TCA. Numa 2ª fase, e mais recentemente, a Empresa desenvolveu um composto químico adicionado no processo de cozedura , capaz de impedir a formação de bolores nocivos, durante o amadurecimento das pranchas de cortiça, tornando-as limpas e desodorizadas o que permitiu apresentar níveis sensoriais nas rolhas ainda melhores. Na 3ª fase, e após operação de fabrico das rolhas, foi desenvolvido, e concluído recentemente, o processo SANICORKS , que reduz eventuais contaminações provocadas pelo TCA para níveis dificilmente perceptíveis pelo homem, e em muitos casos com redução total. Esta desinfecção consiste na aplicação do Etanol combinado com uma série de outros produtos químicos aprovados pelas normas da FDA não sendo portanto nenhum deles prejudiciais ao vinho. Somente após este cuidado processo de fabrico e de desinfecção das rolhas se passa à sua lavagem/acabamento final que pode ter a tonalidade pretendida pelo cliente. Seguidamente as rolhas entram no processo de marcação, tratamento superficial à base de parafinas e emulsões de silicone, sendo embaladas em sacos plásticos submetidos a vácuo e esterilizadas com SO2 (anidrido sulfuroso). A embalagem final pode ser em caixas de cartão ou sacos de ráfia paletizadas ou não. Conclusão… Este processo reduz substancialmente o grau de contaminação provocado pelo TCA em rolhas de cortiça natural. Este processo pode ser usado em todo o tipo de rolhas naturais e naturais colmatadas. Este processo remove ainda outros aromas indesejáveis, eventualmente presentes nas rolhas, apresentando valores sensoriais excelentes. O uso destes compostos químicos, incluindo o etanol nas rolhas não é prejudicial ao vinho.

Palavras-chave Embalagem, rolhas desinfectadas, rolhas gratis, TCa controlado, Vinho, Vinhos,