escaravelho da palmeira

escaravelho da palmeira a Ecossistemas ,Arquitectura Paisagista,Construção e Manutenção de Areas Verdes.

De: Ecossistemas ,Arquitectura Paisagista,Construção e Manutenção de Areas Verdes.  06/30/2009
Palavras-chave Arquitectura, Assistência Técnica, Arquitectura E Engenharia

 

Poda de arvores, cirurgia urbana

Poda de Arvores nas áreas urbanas, é uma prática permanente, que visa garantir um conjunto de árvores vitais, seguras e de aspecto visual agradável. Deve ser feita a partir de um levantamento das espécies predominantes na arborização da cidade. O calendário da actividade é de acordo com o local de ocorrência da espécie e sua melhor época.

Para a correcta aplicação, é necessário reconhecer os três tipos básicos de poda a utilizar a que for mais recomendada para cada caso: Poda de manutenção (ou limpeza) São eliminados basicamente ramos senis ou secos, que perderam sua função na copa.

Estes ramos podem, em algumas circunstâncias, ter dimensões consideráveis, tornando o trabalho mais difícil do que na poda de formação. Deve ser dada especial atenção à morfologia da base do ramo.

Poda de segurança: Tecnicamente é semelhante a poda de manutenção, com a diferença de ser praticada em ramos normalmente vitais ou não preparados, para o corte. A alternativa para esta eventualidade é o corte em etapas. Na primeira, o ramo é cortado a uma distância de 50 a 100 cm do tronco. Após um ou mais períodos vegetativos, procede-se à segunda poda, agora junto ao tronco, concluindo a operação de remoção do ramo. Corte de raízes A capacidade de regeneração das raízes é bem mais limitada que a regeneração da copa. Quanto maior a dimensão da raiz cortada, mais difícil e demorada sua regeneração, maiores também os riscos para a estabilidade da árvore. Deve-se evitar o corte de raízes grossas e fortes, principalmente próximo ao tronco (raízes basais). A maneira mais eficiente de evitar problemas com raízes é a criação de um espaço adequado para o desenvolvimento da árvore. Embora cada espécie tenha modelos de arquitectura radical próprios, o meio físico é o principal modelador das raízes.

 

Regras fundamentais:

Arquitectura da copa A fisiologia da compartimentação As técnicas de poda As ferramentas e equipamentos mais apropriados para cada actividade Orientações Observar condições biológicas da árvore, considerando se já há botões florais ou flores. Caso existam, deve-se evitar a poda.

* Conferir as condições físicas da árvore, observando o estado do tronco (oco, rachaduras, podridão), ramos secos ou mortos.

* Analisar os cabos electricos, caso estejam encostados nos ramos, desligar a rede.

* Executar o corte com segurança, começando a operação, sempre que possível, de fora para dentro da árvore, usando ferramentas adequadas.

* Deve-se cortar ramos pesados em pedaços. Os mais leves descem inteiros. Usar sempre cordas para apoiá-los, antes de proceder o corte.

* Escolher a melhor época, que é logo após a floração, mas as podas realizadas no final do Inverno e início da primavera promovem a cicatrização dos ramos de forma mais efectiva.

* Adequar uma árvore a um espaço menor do que o seu desenvolvimento natural exige não é recomendável. Seleccionar outra espécie que se desenvolva com menos espaço.

* Não reduzir a copa demasiadamente. Se uma poda severa for necessária, processá-la em etapas, com maior frequência.

Jardins Públicos e Residenciais

Desenho e projecto do jardim.

Consulte os nossos serviços especializados na construção e manutenção de jardins, espaços verdes: preparação do solo, modelação do terreno, plantações, poda de arvores, relvados, rega, drenagem, pavimento, iluminação de jardins. Construção de Lagoas naturais e Piscinas biológicas.

Espaços Verdes

Serviço de manutenção e conservação de jardins residenciais

Relva em tapete pronta a aplicar. Sementeiras de relvados e prados floridos

Diagnostico de doenças Tratamentos preventivos e de emergencia

Tratamento biologico de pragas. Poda e cirurgia de arvores

Escarificação e arejamento do solo

Fertilização

Irigação, drenagem e sistemas de rega.

 Assessoria

Descubra como o projecto de arquitectura paisagista promove organização dos espaços exteriores pode valorizar o seu investimento. Desenvolvemos as suas ideias e criamos soluções que possam servir melhor os interesses dos nossos clientes.

 

Necessita de um estudo e projecto para organização de espaços exteriores? Teremos mais valias para o seu empreendimento. Elaboramos Projectos Residenciais e Públicos de arquitectura paisagista. Solicite uma proposta.

 

Etaps

Estações de tratamento de águas residuais e efluentes domésticos com plantas

Tratamento de aguas residuais

Desenvolvemos soluções de baixo custo para o tratamento de água residuais: .

Com vários nomes, Sistema Max Planc, Wetland ou zona de raízes e leitos cultivados, é um sistema de fácil instalação, e por ser uma ETAP enterrada, tem a característica de se transformar num jardim.

O sistema é reconhecido pela eficiência. Assemelha-se ao filtro anaeróbio e alia a vantagem do filtro biológico aeróbio, com maior capacidade de depuração de carga orgânica, TSS, Nitrogênio e Fósforo, com menor tempo de retenção.

 

O meio filtrante é formado de camadas somando 0,5 - 1,0 m de profundidade. Neste substrato e nas raízes de plantas nele sustentadas se fará o desenvolvimento de populações microbianas benéficas que digerem a poluição decompondo-a em produtos assimiláveis e sem odor. As plantas levam oxigênio às raízes e às bactérias ali existentes o que acelera o processo.

É o processo de depuração que mais se assemelha ao da natureza onde as plantas contribuem na absorção de nutrientes contaminantes como o nitrogênio e o fósforo.

Filtros anaeróbios

Consistem em tanques com leito de pedras ou outro material de suporte para desenvolvimento de microrganismos. Entre os fenômenos que ocorrem no filtro anaeróbio temos a retenção por contacto com o biofilme, sedimentação forçada de sólidos de pequenas dimensões, partículas finas e coloidais e ação metabólica dos microrganismos do biofilme sobre a matéria dissolvida.

São indicados para esgotos com contaminantes predominantemente solúveis, pois quanto maior a quantidade de contaminantes particulados, os sólidos suspensos, maior a possibilidade de entupimento. Podem ser construídos com fluxo ascendente, descendente ou horizontal. A eficiência de redução de DBO pode variar de 40 a 75%, para DQO de 40 a 70%; para sólidos suspensos, de 60 a 90% e para sólidos sedimentáveis, 70% ou mais.

Os filtros anaeróbios apresentam efluentes clarificados e com baixa concentração de matéria orgânica. Não consomem energia, removem matéria orgânica dissolvida, têm baixa produção de lodo, a água tratada presta-se para disposição no solo, resistem bem às variações de vazão afluente, a construção e operação são simples, não necessitam de lodo inoculador nem recirculação de lodo. Entre as desvantagens citam-se a produção de um efluente rico em sais minerais e risco de entupimento.

Tratamento de efluentes domésticos

Os reatores biológicos para tratamento de efluentes podem ser aeróbios ou anaeróbios em função da ausência ou presença de oxigênio que determina os microrganismos. Ambos são usados para redução de poluentes orgânicos (DBO), Nitrogênio (N) e Fósforo (P). Um efluente é considerado passível de tratamento biológico quando a relação entre DQO e DBO é menor que 2.

O tratamento dos efluentes gera uma água com qualidade variável de acordo com a necessidade e legislação. Os parâmetros de qualidade analisados num efluente tratado são os seguintes: Teor de sólidos, DBO, N-NH4, NO2/NO3, Lodo, Teor de O2, Microorganismos e Odor.

Tratamentos mais comuns:

(1) Equalização-Decantação, Ex.: Fossa Séptica e Tanque de decantação,

(2) Reator anaeróbio para redução de DBO sem gasto de energia,

(3) Reator aeróbio para polimento do controle de DBO e nitrificação (Transformação da amônia em nitrito e nitrato),

(4) Decantador para retenção de lodo,

(5) Reator anóxico para denitrificação,

(6) Filtro de areia para retenção de lodo e polimento final,

(7) Desinfecção para controle de microorganismos e

(8) Aeração para OD.

Consulte-nos para:

A Fito lagunagem consiste no tratamento e depuração de águas feita pelas plantas. A agua proveniente de efluentes ou armazenada em charcas é tratada e depurada atraves das plantas podendo ser reinserida no sistema de águas pluviais ou aproveitada para rega. O que fazemos:

·  Analise da agua e efluentes

·  Desenvolvimento e construção de depuradoras

·  Monitorização

Impermeabilização e depuração de charcas para armazenamento de água não potavel

Reutilização da água tratada para rega e incorporação no sistema de águas pluviais

Concepção e construção de lagoas ornamentais, estabilização biológica da água e decorações rochosas, riachos

As piscinas biologicas usam um sistema de filtragem natural com substratos e plantas para o tratamento e depuração da água.

Esta tecnologia e design natural de permite toda a liberdade no seu desenho, profundidade, etc. sendo que o filtro de plantas é totalmente separado da piscina. No aspecto assemelham-se com as piscinas tradicionais.
Reconversão: Se possui uma piscina e pretende reconverte-la ou possui um desenho que gostaria de manter, podemos adaptar o processo de depuração biológico das

·        

·        

·        

·        

·        

·        

 

Concebemos projectamos e construimos estas piscinas naturais com filtragem biológica da água sem esterilizar.

Idealize a piscina que gosta e solicite-nos um desenho de acordo com as suas preferencias. Adaptaremos a depuração biológica da piscina ao seu projecto ou ideia.

Reduza os custos de manutenção: Não é necessária a limpeza manual por mergulho na area de natação, possui um sistema integrado residente de limpeza por robot semiautomático

A resina epoxy Aquastone é de fácil aplicação, agrega inertes de varias cores e qualidades produzindo um pavimento poroso e atractivo.

Como aplicar

A resina epoxy Aquastone é de muito fácil aplicação e não necessita de equipamento especial.

Com a primeira encomenda, damos formação e fazemos a demonstração da aplicação no proprio local.

Para pedir a cotação, informações ou encomendar a resina Aquastone envie-nos um Fax +351 22 947 65 30 ou email para

Se pretende uma estimativa para a aplicação do pavimento consulte os nossos serviços de construção ou solicite o endereço de um aplicador mais proximo

Preparação

A aplixação do pavimento é muito fácil:

O agregado é preparado misturando numa betoneira o inerte escolhido com a resina Aquastone e seguidamente aplicado sobre uma base de brita previamente preparada, nivelado e talochado.

Basta aguardar uma horas para que ocorra a secagem e está pronto a utilizar

Modo de preparação e caderno de encargos para aplicação da

Apresentação:

  • embalagens de 20 Kg (parte A + B)
  • bidão de 500 kg
  • O pavimento drenante Aquastone, produzido a partir de resina epoxy misturada com inertes seleccionados, é uma superfície compacta, porosa, permeavel ao ar e agua é 100% drenante, util em locais que necessitem de uma boa drenagem, protege o solo do desgaste conservando toda a permeabilidade.
  • Aquastone é de muito fácil aplicação e manuseamento, não necessita de nenhum equipamento especial
  •  
  •  
  • Especificações do pavimento drenante
  •  
  • Resistente ao vento, chuva e varrimento mecanico
  • Resistente a geadas
  • Permite a nutrição das raizes das plantas e é permeavel ao ar e a agua.
  • É incolor, adequere a cor do agregado da mistura. A textura e cor do pavimento é dado pela gravilha escolhida.
  • Aplicação: Passeios, patios, caminhos, parques, caldeiras arvores, e em todos os locais onde seja necessário proteger o solo sem impermeabilizar.
  • Estado fisico: sólido
  • Cheiro: inodoro Permeabilidade: 100% permeavel
  • Solubilidade em agua: imiscivel
  • Persistencia e degrabilidade: Não soluvel
  • Potencialidade de bioacumulação: 0

Aplicações do pavimento

Aquastone liga qualquer tipo de inerte de granulometria entre os 2 e 10 mm, usado em:

  • Caldeiras de árvores
  • Parques de estacionamento
  • Praças, parques e jardins publicos
  • Areas de descanso
  • Passeios pedonais
  • Circuitos desportivos
  • Ciclovias, trilhos

O pavimento de resina Aquastone, produzido a partir da mistura de resina epoxy com inertes seleccionados, é utilizado nos locais onde seja necessário proteger o solo mantendo este completamente permeavel

 Pedra natural de varias cores e origens, britada, rolada, a granel ou ensacada, lavada, pronta para agregar com a resina Aquastone para obter um pavimento atraente e 100% drenante.

Gravilhas e britas de varias cores. marmorites, granitos, calcario ...

A gunitagem de betão organico-vegetal consiste na projecção duma mistura de água, cimento e aditivos vegetais com a pressão e o caudal adequados, sobre a superficie a recobrir.

O betão orgânico assim projectado contendo uma mistura de terra vegetal, turfa, fibra de celulose de madeira, fibras metálicas, hidroretentor, cimento modificado por polimero ligante, sementes, fertilizantes e água.é projectada sobre uma rede metálica previamente fixada. forma uma superficie permeavel que permite o crescimento de plantas.

As componentes natural - vegetal e artificial - inorgânico são possiveis graças a capacidade do betão em reter e libertar hunidade ao longo das estações sem perder as propriedades fisicas e mecanicas.

O objectivo é o recobrimento de taludes rochosos, pendentes verticais, muros, etc. com vegetação herbacea e / ou arbustiva agregadas numa camada de cimento polimero e aditivos vegetais, que possibilitam estabelecer um coberto vegetal em locais onde não é possivel com outras soluções.

Estabilização de taludes e pendentes naturais sujeitas a erosão hidrogeológica

·  Identificação dos agentes e processos erosivos em taludes e pendentes

·  Identificação dos problemas de recobrimento e estabilidade

·  Análise das obras de drenagem existentes e necessárias a construir

·  Adaptação dos tratamentos mais adequados

·  Selecção dos materiais a utilizar e das espécies vegetais adequadas

·  Identificação dos possiveis efeitos negativos das coberturas vegetais sobre as obras de drenagem

·  Manutenção das obras

Serviços em:

Protecção e regeneração de solos degradados.. Restauração da paisagem
Recuperação de zonas salubres
Reflorestação de zonas queimadas ou altamente salinizadas litorais ou continentais
Criaçao de zonas de nidificaçao,
Criação de bosques
Protecção da erosão. Reforço e contenção de solos.
Protecção de dunas e regeneração de sistemas dunares: revegetação
Recuperação de margens ripicolas e corredores biológicos<
Zonas humidas : depuração biológica de águas residuais, lagoas, cursos de água
Estabilização superficial de taludes

 trição durante o crescimento da planta.

Geomalha

Geomalha volumetrica tridimensional para estabilização de taludes em geosintetico Material: PP - PE Aplicação em taludes e pendentes para evitar a desagregação do solo. Estende-se previamente sobre o talude e aplica-se a camada de solo a estabilizar.

Geocelulas

Geocelula é um geosintetico de confinamento celular as geocelulas são feitas de folhas de polimero de HPDE inerte, soldado por ultra sons, é uma estrutura celular expansivel resistente. Pode conter solo, cascalho ou gravilha num sistema drenante que impede o movimento do material.

Apropriado para conter a camada superior do solo em inclinações ingremes e realçar o crescimento da vegetação.

São também apropriadas para aumentar a capacidade de carga do solo,

 

 

Odexlar 2009 © | Todos os direitos reservados

Comercio, Representação e Produção de Produtos Químicos para Higiene, Limpeza Industriais, Doméstica, Piscinas e Agrícolas
Zona Industrial do Chinicato Lote 4 - 8600-306 Lagos - Algarve - Portugal
Telf. 282798463, 282799537 - tel. 919854298, 964573657 – email:
C.R.C.L Nº395 - Nif 500939691

, , , , , , e ,A especificidade da área de Saúde torna os cuidados com a higiene e limpeza particularmente exigentes, sendo que é importante prevenir a proliferação de microrganismos precursores de infecções. Uma limpeza adequada e planificada pode ser garantia de um tratamento de qualidade numa instituição de saúde.,Possuímos não só o Know-how, como todo um leque de produtos e equipamentos profissionais adequados a esta área e que permitem prevenir o risco de infecção nosocomial ou outras. Os nossos produtos possibilitam uma utilização eficaz e segura para os utilizadores e profissionais de limpeza, assim como uma maior produtividade, nos nossos produtos encontrará produtos desinfectantes e eficazes contra bactérias grampositivas e gram-negativas, agente patogénico da tuberculose, HIV, hepatite B, viroses e fungos, A ODEXLAR foi fundada em 1978, com a dedicação a fabricação de produtos de limpeza de uso doméstico e Industrial. Tomamos em consideração todas as expectativas do cliente, no qual assumimos como uma das bases da nossa empresa a elaboração de produtos que respeitem o meio ambiente, sem diminuir o seu poder de detregência, e sem tornar os seus custos excessivos, Contudo, temos a vocação de fazer chegar às vossas mãos produtos de maior qualidade, com melhor preço, pensando sempre na total satisfação do cliente final, nossa linha de produtos contempla todas as necessidades dos segmentos de "Tratamento de Pisos, Limpeza Geral, Lavandaria, Higiene Pessoal, Desinfectantes/Sanitizantes e alguns com ampla aplicação no sector industrial. A preocupação com a qualidade, o aperfeiçoamento contínuo dos produtos e processos, o atendimento ao cliente, a presteza nas entregas, etc., é características marcantes da forma de actuação da nossa Empresa, que busca fazer da Qualidade Total uma Arte, desde a sua criação, a nossa empresa consolidou a oferta global mais competitiva em produtos e serviços para a higiene profissional. Cobrimos as necessidades dos sectores hoteleiro, da restauração, institucional, hospitalar, alimentar e dos serviços de limpeza, entre outros,

A Segurança Alimentar assume nos dias de hoje uma enorme importância. Todos os intervenientes do Sector Alimentar reconhecem que um elevado nível de higiene e limpeza

Palavras-chave Arquitectos Paisagistas, Arquitectura, Arquitectura E Engenharia, Arquitectura Paisagista, Arte Conceptual, Árvores, Assistência Técnica

Contacto Ecossistemas ,Arquitectura Paisagista,Construção e Manutenção de Areas Verdes.

Email

Imprimir está página

Partilhar