Psicologia Clínica E Psicoterapia

De: Tânia da Cunha  03/04/2011
Palavras-chave Psicologia Clínica E Psicoterapia

 

 

Crianças E Adolescentes

Mediante a utilização de diversas técnicas, sobretudo o jogo e o desenho, o terapeuta vai poder aceder ao mundo interior da criança.

 

De onde vim? Onde estou? Para onde vou? Afinal, quem sou eu? São questões que permeiam a existência do ser humano no seu processo de crescimento. Os adolescentes estão a descobrir-se, a criar a sua identidade. A adolescência é o processo por o qual a criança se converte em adulto.

 

Adultos

Para iniciar um processo psicoterapêutico basta marcar uma consulta inicial. Nessa consulta tem a oportunidade de tirar as suas dúvidas pessoalmente. O psicólogo fará uma avaliação da necessidade ou não, de acompanhamento. O processo psicoterapêutico visa facilitar o movimento natural da vida, criar oportunidade para que a pessoa tenha conhecimento do seu funcionamento interno. O envolvimento num espaço contentor e confidencial de partilha e reflexão promove, não só o trabalho das emoções, mas também, o crescimento interior da pessoa na relação com o seu mundo e os que o rodeiam.

 

Apoio à Família e Aconselhamento Parental

Aconselhamento Parental

O Aconselhamento Parental é uma forma de intervenção direccionada sobretudo às questões da parentalidade e educação do filho, no âmbito de prevenir ou intervir no aparecimento de problemas. 

Intervenção Psicológica na Gravidez e Maternidade

A realização de acompanhamento psicológico durante a gravidez, pode contribuir para uma vivência mais saudável desse período maturacional, prevenindo perturbações no processo de desenvolvimento gravídico e consequentes ocorrências patológicas, como complicações no parto e distúrbios emocionais no pós-parto, ou ainda, e de forma mais negativa, o parto prematuro.  

Orientação Psicológica da Gravidez:

A orientação psicológica da gravidez tem como objectivo possibilitar uma vivência mais equilibrada de todas as emoções e manifestações que ocorrem neste período.

Prevenção da Depressão Pós-Parto:

A prevenção da depressão pós-parto é possibilitar uma gravidez tranquila e uma mãe segura.

Ansiedade Materna:

O apoio psicológico pré e pós parto, pretende promover não só o bem-estar da mãe como também consistir numa medida preventiva de problemas de desenvolvimento adaptativo da criança.

Depressão Pós-Parto:

Mais de metade das mães depois do parto, sentem-se mais sensíveis e cansadas, com uma tristeza sem motivo, choro fácil, irritabilidade e um sentimento de incapacidade de cuidar do filho.

Palavras-chave Psicologia Clínica E Psicoterapia