Vivafit investe 2,5 milhões de euros no primeiro semestre

De: Vivafit   07/31/2007
Palavras-chave Franchising, Exercicio Fisico

Vivafit, a maior rede de centros de treino em Portugal, abriu 21 novas unidades no primeiro semestre de 2007, totalizando 56 centros activos. Face a 2006, os primeiros seis meses de 2007 representam um crescimento de 60% que se traduz num investimento superior a 2,5 milhões de euros e a uma facturação total da rede de 7 milhões de euros – mais 130% que em idêntico período de 2006. Até final de 2007, a marca pretende abrir um total de 45 novos centros em Portugal e, em Janeiro de 2008, está prevista a abertura da primeira unidade em Espanha. A rede fechou o ano de 2006 com 35 centros activos e alcançou uma facturação de 6 milhões de euros que em 2007 deverá ascender a 14 milhões de euros. O investimento total da Vivafit em novas aberturas ascenderá, até final de 2007, a cerca de 5 milhões de euros.“O mercado encontra-se numa fase de crescimento que acompanha a tendência de crescimento em toda a Europa. Segundo um estudo recente da IHRSA para a Europa, o mercado europeu cresceu 6% em 2006 em número de utilizadores, com uma média de 8% da população inscrita em clubes de fitness. Em Portugal, essa média é de 5,2% da população, o que ainda deixa muito espaço para crescer naconquista de novos utilizadores”, refere Pedro Ruiz, CEO da Vivafit Portugal.Segundo dados da AGAP – Associação de Empresas de Ginásios e Academias de Portugal, em 2006 o mercado de centros de fitness em Portugal cresceu 116%, evoluindo de um total de 600 para 1300 clubes. Para 2007, as projecções da associação são mais moderadas e apontam para um incremento de 15% no número de novos centros a abrir portas. O número total deverá ascender a 1500 unidades.“O crescimento do sector de fitness em Portugal está a ser impulsionado pelo crescimento das redes de franchising, com uma oferta mais direccionada para as necessidades do mercado como é o caso do segmento dos centros de treino só para mulheres liderado pela Vivafit. Em termos globais de mercado, reportando aos dados de fecho de 2006, a rede Vivafit detém uma quota de cerca de 3% em número de unidades operacionais. Face às estimativas de crescimento do sector para 2007, as novas abertura da Vivafit até Dezembro deste ano apontam para que a marca atinja uma quota de mercado de cerca de 6%“, acrescenta Pedro Ruiz. O conceito Vivafit baseia-se num modelo de treino fácil e rápido – em apenas 30 minutos –, direccionado exclusivamente para senhoras. Os centros estão dimensionados para um total de 500 sócias/centro e oferecem um circuito de treino composto por 10 máquinas hidráulicas intercaladas por plataformas. Cada sessão de treino tem a duração de 30 minutos e compreende três voltas ao circuito. As máquinas hidráulicas utilizadas neste modelo de treino são fáceis de utilizar (não têm cargas que exijam regulação) e adaptam-se a qualquer mulher; a resistência gerada pela máquina é proporcionar à intensidade de treino imposta por cada utilizadora.Além do treino de 30 minutos, os centros Vivafit dispõem de estúdios dedicados à prática de Pilates: um treino de alongamento e fortalecimento dos músculos das costas e abdominais. Os centros Vivafit funcionam das 09h30 às 20h30, de 2.ª a 6ª feira, sem restrições de acesso às sócias. A proximidade, a flexibilidade de horários, a eficácia do treino na perda de peso – objectivo de mais de 90% das utilizadoras –, e o ambiente exclusivamente feminino e personalizado são mais-valias dos centros Vivafit face às necessidades da consumidora feminina.

Palavras-chave Exercicio Fisico, Franchising