Porseg está prestes a concretizar obra emblemática em Angola

De: Porseg-Sistemas de Segurança SA - Sede  06/21/2010
Palavras-chave Fabricante portas metal, Produção portas metal, Fabricante janelas metal

A Porseg, que em Portugal é líder de mercado na produção e distribuição de portas técnicas, conclui nos próximos dias a instalação de mais de duas centenas de portas de segurança, corta-fogo e automáticas no remodelado terminal de passageiros do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, de Luanda, Angola.

Trata-se de um dos maiores fornecimentos da empresa para uma obra em África, em mais de 169 anos de actividade, ascendendo o seu valor a meio milhão de dólares, cerca de 340 mil euros. “É uma obra emblemática para nós. Um desafio de que nos estamos a sair bem, mas que pôs à prova a nossa capacidade industrial e competência na montagem, pois trabalhamos com prazos muito apertados”, dá conta o administrador Miguel Rebello de Andrade.

A maioria das portas que passam a equipar o renovado aeroporto de Luanda foram fabricadas na unidade fabril da Porseg, em Vila Nova de Gaia, mas os acabamentos e a sua implantação em obra foram da responsabilidade da sua subsidiária angolana, resultante de uma parceria, firmada há três anos, com o grupo português de transportes e logística Pinto Basto. No caso específico das portas automáticas, as principais componentes são originárias do grupo sueco Assa Abloy.

“Por enquanto, em Angola fazemos apenas a assemblagem, o acabamento e a instalação das portas que produzimos ou distribuímos em Portugal. Porém, no final de 2010 contamos ter operacional a fábrica que começaremos a construir em breve nos arredores de Luanda”, explica Miguel Rebello de Andrade.

Mercê do seu contributo para a modernização da principal infra-estrutura aeroportuária de Angola, por escolha da Somague, a Porseg deverá facturar este ano naquele país africano mais de cinco milhões de dólares, cerca de 3,4 milhões de euros.

Para além das portas técnicas que está a instalar no terminal de passageiros do Aeroporto 4 de Fevereiro, a empresa portuguesa tem sido escolhida pela maior parte dos bancos que operam em Angola para equipar as suas sedes e dependências. “Temos grande experiência neste segmento de mercado, onde o grau de exigência é elevadíssimo, e o facto de trabalharmos com os maiores bancos nacionais são credenciais que inspiram confiança aos decisores angolanos”, justifica o administrador da Porseg. Para além disso, acrescenta, “a nossa oferta nesta área é constituída por produtos homologados e certificados pelos laboratórios europeus mais fiáveis, o que faz toda a diferença para a Banca”.

Ainda em Angola, a empresa portuguesa equipou este ano o edifício Escom, o mais alto de Luanda, e participou na modernização e ampliação da Maternidade Lucrécia Paim.

A Porseg facturou em 2008 mais de 9,9 milhões de euros, tendo os seus resultados líquidos, antes de impostos, ultrapassado os 963 mil euros, mais 8,3% do que em 2007. Este ano, e por força da sua actividade no estrangeiro, o volume de negócios deverá ultrapassar, pela primeira vez, a cifra dos 10 milhões de euros.

Entre as obras mais significativas a que a empresa está presentemente associada destacam-se a renovação do parque escolar público, com intervenções um pouco por todo o país, e a requalificação do Hospital de São Marcos, em Braga.

Para além da operação industrial própria, a Porseg – Sistemas de Segurança, SA importa e distribui as portas de segurança da francesa Fichet, líder mundial do sector.

 

Palavras-chave Fabricante janelas metal, Fabricante portas metal, Fabrico janelas metal, Fabrico portas metal, Janelas metal, Portas metal, Produção janelas metal, Produção portas metal, Produtor janelas metal, Produtor portas metal

Contacto Porseg-Sistemas de Segurança SA - Sede

Email

Imprimir está página

Partilhar