Revestimentos especiais da CIN para adegas, cubas e pavimentos

De: Cin - Corporação Industrial Do Norte S.A.  06/21/2010
Palavras-chave Tintas, Mastiques, Fabricante tintas

A CIN, líder ibérico no sector de tintas e vernizes, acaba de renovar a sua parceria com a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV). Esta parceria permitirá aos associados da CVRVV conhecer e aplicar os produtos CIN Stridor, sistemas de pintura indicados para protecção de pavimentos, cubas, tectos e paredes de adegas.

 

A CIN dispõe de uma ampla gama de produtos estudados para responder às reais necessidades da indústria vitivinícola. Sistemas de protecção para cubas de vinho com teores alcoólicos até 45 graus ou superiores, sistemas de protecção e tratamento para pavimentos de betão e cimento ou tintas anti-fungos, anti-mucor e anti-insectos; são apenas algumas das soluções que a CIN oferece a esta indústria.

 

“Estas soluções têm como objectivo melhorar as condições ambientais e biológicas de higiene e segurança no interior das adegas. O vinho é um produto muito vulnerável e susceptível de captar todas as moléculas indesejáveis de origem natural ou artificial que se encontrem na atmosfera. Micro organismos como bactérias, fungos e fermentos, que se desenvolvem nos locais de vinificação e de armazenagem do vinho, são capazes de produzir moléculas que podem alterar o gosto do vinho”, explica Paulo Gil, gestor de produto da CIN.

 

As cubas necessitam de protecção porque durante o processo de fermentação dos produtos vínicos, a reacção de alguns componentes, acelerada pela temperatura que se liberta durante esse processo, em presença de vapor de água, provoca um ambiente favorável a um ataque químico dos revestimentos de betão e cimento. Consequentemente, a qualidade do vinho que se está a fabricar é afectada pela formação de sais que ficam em solução no vinho, deteriorando a sua qualidade e estabilidade.

 

Os pavimentos de betão e cimento, por seu lado, precisam de protecção específica pois estão submetidos, em alguns casos, a esforços mecânicos que os degradam e a ataques de produtos químicos que os destroem. A sua degradação conduz à libertação de poeiras que podem, em geral, actuar como contaminantes.

 

Recorde-se que a CIN e a CVRVV estabeleceram este protocolo de cooperação em 2004, activado agora com o patrocínio às VII Jornadas Técnicas – Ano Vitivinícola 2009, promovidas pela Comissão em Arcos de Valdevez.

Palavras-chave Fabricante mastiques, Fabricante tintas, Fabricante vernizes, Fabrico mastiques, Fabrico tintas, Fabrico vernizes, Mastiques, Produção mastiques, Produção tintas, Produção vernizes, Produtor mastiques, Produtor tintas, Produtor vernizes, Tintas

Contacto Cin - Corporação Industrial Do Norte S.A.

Email

Imprimir está página

Partilhar