Bio Jogral

Bio Jogral a Bio Jogral

De: Bio Jogral  05/02/2008
Palavras-chave Criação e Comércio de Caracóis

A HELICICULTURA EM PORTUGALRespiram-se ares de mudança na helicicultura em Portugal.Em tempo de recessão económica, a criação de caracóis terrestres surge como uma fonte de rendimento viável e uma excelente alternativa para as milhares de pequenas e médias explorações agro-pecuárias existentes no nosso país.Desde o seu início de actividade que a Biojogral tem vindo a registar um aumento exponencial no interesse pelos seus serviços de formação, indício claro de que existe muita vontade e espaço para crescer num mercado que se encontra ainda deficitário em termos de oferta face à procura. Mas como diz o ditado "nem tudo são rosas"...Olhando para toda a informação disponivel concluímos rapidamente que para além de escassa é quase totalmente proveniente de países como a França, Espanha, Itália, Chile, Argentina e Brasil e como tal é, em alguns pontos chave, absolutamente contraditória ou incompativel com as realidades económicas, laborais e sociais do nosso país.Por um lado temos os nossos vizinhos europeus com um nível de vida superior ao nosso e onde se consomem caracois o ano inteiro com todas as pequenas e grandes diferenças de mercado que esse facto acarreta. Por outro lado, a realidade económica dos produtores sul-americanos também não é aplicável à nossa realidade já que os custos em equipamento e sobretudo em mão-de-obra são substancialmente mais baixos do que os nossos.A ordem de pensamentos de quem quer iniciar-se na helicicultura acaba por ser quase sempre a mesma e isso reflete-se nas primeiras questões que habitualmente nos colocam: - "O que necessito ?", "Qual a produção minima ?" e "Quanto custa ?" são perguntas que carecem de respostas adaptadas à realidade portuguesa de forma a garantir que os futuros helicicultores lusos possam entrar no sector com toda a segurança.Tentamos agora, de uma forma muito generalizada, responder às perguntas mais comuns que nos chegam diariamente. Os valores apresentados representam uma estimativa calculada através da análise exaustiva de todas as explorações implementadas pela Biojogral sejam elas próprias ou de clientes e associados.Pergunta 1. Qual a área necessária ? Área Total Área Util 2500 m2 2000 m2 3750 m2 3000 m2 5000 m2 4000 m2 6250 m2 5000 m2 A área util corresponde à área dedicada à criação de caracois e é calculada subtraindo à àrea total o espaço reservado a acessos e infrastruturas de apoio à produção. Pergunta 2. Que quantidade de alevins necessito ? Área Util Alevins 2000 m2 1.000.000 3000 m2 1.500.000 4000 m2 2.000.000 5000 m2 2.500.000A quantidade de alevins necessária é calculada de forma a rentabilizar ao máximo a área util disponivel (ver Quadro 1). Pergunta 3. Que quantidade de caracol adulto posso produzir ? Área Util Quantidade (kg/ano) 2000 m2 10000 kg 3000 m2 15000 kg 4000 m2 20000 kg 5000 m2 25000 kg Tendo em conta a quantidade de alevins necessária (ver Pergunta 2), o peso médio de um caracol e uma taxa de mortalidade de cerca de 20% é possivel calcular com alguma margem de erro o potencial produtivo de uma exploração helicícola.Pergunta 4. O que necessito para começar ?Esta é certamente a pergunta mais dificil de responder. É possivel criar uma exploração helicícola aproveitando infrastruturas existentes e recorrendo ao ferro-velho ou, pelo contrário, adquirir todo o material novo e criar de raiz. As opções são muitas.Segue-se um exemplo muito genérico do que consideramos ser a exploração helicicola mais comum em Portugal. Todos os preços referidos pressupõem a aquisição do material novo. Não foram contabilizados os custos em mão-de-obra. Exemplo para uma exploração helicícola com 2000 m2 de área total. Item Custo Unitário Custo Total Observações Apenas no 1º Ano Vedações 3€ / metro 600 € Rede própria para helicicultura, postes de madeira, arame e alguns acessórios. Refúgios 1€ / metro 1000 € Estruturas onde os caracois se possam esconder durante o dia. Outros 2.4 € / metro 480 € Todo o restante equipamento necessário à construção do parque de engorda. Alevins 10 € / milheiro 10000 € 1.000.000 alevins. Despesas Anuais Água Variável 300 € Preferencialmente de furo ou poço. Ração 0.35 € / kg 5250€ 15000 kg de ração Pergunta 5. Qual o preço médio do caracol adulto?Em Portugal, nos ultimos anos, o preço do quilo de caracol oscila entre os 3 € e os 5 € e é sempre vendido vivo, limpo, espurgado e embalado em sacos de 2 a 5 quilos << Voltar

Palavras-chave Criação e Comércio de Caracóis